terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Escolhendo o melhor operador logístico

A logística torna-se a função de grande destaque na gestão contemporânea. Ela permite o estudo do fluxo de materiais e informação na cadeia de valor da empresa, que se inicia no fornecedor e termina no cliente. A interligação entre os elos da cadeia é feita pelos operadores logísticos, que também são elos.

Dependendo do modal escolhido, variada é a escolha do operador logístico. Por terra, por água ou pelo ar as transportadoras permitem que a cadeia siga o seu fluxo. Em determinados casos as transportadoras possuem características hibridas: elas podem operar tanto na água (fazendo o transporte internacional), quanto em terra (entregando a mercadoria no ponto de abastecimento). Assim, a escolha entre operadores diferentes ou o mesmo operador para permitir que o fluxo continue em harmonia dependerá de uma escolha balizada da organização.

A administração deve elaborar pré-requisitos de escolha que sejam condizentes com o seu desejo de agradar seus clientes. Também precisa ser levada em conta a gestão do fluxo de informações acuradas, que deve se disponibilizado pelo operador, o que garantirá melhor controle. Possibilitará desta maneira que a organização realize um bom gerenciamento de logística.

Portanto, escolhendo de forma acertada o operador logístico, seguindo critérios que garantam a competitividade organizacional, a cadeia de valor permanecerá em excelente fluxo, proporcionando ótimos ganhos para a organização.

Um comentário:

André disse...

Escolher a melhpr tranasportadora é escolher o melhor tempo de respota ao cliente. ÉA de estrema importância essa escolha.

Abraço