sábado, 26 de março de 2011

Novo salário, menos investimentos, pouco crescimento?

Com o a divulgação do novo salário mínimo, investimentos foram retraídos, a inflação aumentou e os concursos foram cancelados. Então, o que viria a ser uma boa noticia para o trabalhador , não se mostrou a ser.

Os investimentos da iniciativa privada no Brasil, desde a época da “marolinha da crise”, mostraram-se num nível que permite ao país esta em um ritmo de crescimento acima das perspectivas econômicas. O aumento do salário não é um fator que contribua para uma possível retração investidora, mas sim a mudança de poder, a mudança de regras econômicas, a formulação de um orçamento que não condiz com a necessidade de mudanças infra-estruturares, financeiras e de capital intelectual.

Dessa forma, entende-se pouco a preocupação de analista econômicos, supõem que um aumento de 8,82% no custo do capital intelectual, outro sim o aumento do salário mínimo possa ter reação desastrosas em um curto espaço de tempo.

Um comentário:

Luisaeadriano disse...

È o que se passa em Portugal ...Infelismente os politicos estudam para burros e para encher os bolsos deles ....
luisaeadriano